O projeto IRIS visa conceber e desenvolver um conjunto de protótipos para quatro subsistemas complementares de interiores ferroviários:

  • Painéis laterais/janela
  • Painéis de teto
  • Bagageiras
  • Condutas do ar condicionado

Desenhados para melhorar o seu fabrico e integração, reduzir o custo de operação e melhorar o conforto do passageiro, de modo a melhorar a atratividade e competitividade do sistema.


O projeto agrega vários avanços tecnológicos a partir de um conceito de construção modular, flexível e estandardizada, com integração de sistemas eletrónicos e exploração de tecnologias como Resin Transfer Moulding ou Machine Learning como resposta aos principais desafios de operadores ferroviários.

Prevê-se, assim, uma abordagem inteligente a funcionalidades de caráter estrutural, de conforto e de segurança - redução do peso de componentes em compósito, utilização de materiais reciclados e estudo de diferentes estratégias de montagem - bem como o desenvolvimento de funcionalidades inovadoras - informação ativa e sinalética dinâmica direcionada ao passageiro, avisos de segurança, iluminação ambiente com gestão autónoma, aquecimento local - que adicionarão maior valor aos interiores ferroviários.